Arquivo do Mês para agosto, 2013

Quando os paralelos se encontram

Meu caro. Terminei a leitura do livro ainda a pouco. Concluí que ao longo de nossas vidas tivemos muitas coisas em comum

José Ribeiro (Maestro Zezinho) entrevistado por Vitor Gnecco, no lançamento do livro Antunes Severo – o menino do arroio Itapevi, no Palácio Cruz e Sousa, em Florianópolis

Tive uma infância paupérrima. Fui radialista (sonoplasta, contraregra, discotecário, repórter policial e músico) na Rádio Eldorado de Criciúma. Estágiei como discotecário na Rádio Guaíba de Porto Alegre. Fui presidente do Grêmio Estudantil durante o período Ginasial – Ginásio Marista em Criciúma. Prestei serviço militar na Aeronáutica, Curso de Cabo em Canoas – RS. Fiz o curso de Ciências Contábeis UFSC. Fui professor Contabilidade Comercial na Academia Comércio Santa Catarina. Atuei como músico nas Rádio Diário da Manhã e Guarujá de Florianópolis. Meu primeiro casamento foi com uma radialista. Trabalhei como Contador da Empresa Editora O ESTADO Ltda. Por fim, somos espíritas e frequentadores do Núcleo Nosso Lar.

No livro, você fala que Odery Ramos integrou o cast da Rádio Difusora de Itajaí na tua gestão como Diretor. Tenho foto quando garoto cantando em programa de auditório apresentado por ele. Vive ainda?

Gostaria em alguma oportunidade de conversar descontraidamente alguns momentos contigo para relembrar algumas destas mesmas estradas que percorremos em tempos diferentes. Não pude deixar de me emocionar com a parte inicial do Livro. Abraços. Teu amigo Maestro José Ribeiro (Zezinho).

STAGIUM 10 – Serviços de Som Ltda | www.stagium10.com.br | stagium10@gmail.com | (48) 3246.2636 / 3035.7134 / 9954.6694

Comendador, maior honraria da radiodifusão de Santa Catarina

Eurides Antunes Severo e José Francisco Müller Bohner serão homenageados hoje na abertura do 15º Congresso Catarinense de Rádio e Televisão.

Um dos destaques da cerimônia que começa às  20 horas, no Costão do Santinho, será a entrega da comenda Acaert, a maior honraria da radiodifusão de Santa Catarina, a dois profissionais do segmento, especialmente do rádio: Antunes Severo e Zeca Bohner. Antunes e José Francisco passarão a integrar o grupo de 29 outras personalidades já homenageadas, desde a fundação da Acaert, desde sua fundação em 1980.

O 15º Congresso de Rádio e Televisão, debate em sua versão de 2013 o tema “Cliente, nossa maior mídia”.

Até sexta-feira, profissionais de emissoras de rádio e televisão e das agências de propaganda, além de acadêmicos participarão de palestras com jornalistas e publicitários. ”Entendemos como cliente, não só o anunciante, mas sim o ouvinte e o telespectador”, disse o presidente do congresso e vice-presidente da Acaert, Mário Neves.

Estão confirmados os jornalistas Fábio Pannunzio (Band), Roberto Cabrini (SBT), Heródoto Barbeiro (RIC TV Record) e Tiago Leifert (Globo). O evento conta ainda com a participação de dirigentes Abert – Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão, Ministério das Comunicações e Anatel. (Redação com informações ND/Florianópolis) Site do Instituto Caros Ouvintes, 07 de agosto de 2013.

Entrega da comenda na noite do dia sete de agosto

Mário Neves (E), Antunes Severo, Joares Ponticelli

A homenagem aos dois radialistas, Antunes Severo e José Francisco Müller Bohner, fazia parte da solenidade de abertura do 15º Congresso Catarinense de Radiodifusão. A comenda da Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão, desde que foi criada até o presente conta com 26 homenageados. Severo foi o 27º recebendo a condecoração das mãos do empresário e presidente do congresso, Mário Neves e do deputado Joares Ponticelli, presidente da Assembleia Legislativa do estado de Santa Catarina.

Antunes lê a mensagem. Ao fundo o pres. do 15º Congresso e o presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina

Antunes Severo, convidado a falar, fez uma breve reflexão dizendo:

“A vida depende do ângulo em que cada um se coloca como parte do universo. Sou um entre sete bilhões de habitantes da terra; sou um entre os quase 200 milhões de brasileiros; sou um entre os seis milhões de catarinenses; sou um entre os 421 habitantes de Florianópolis; e, a partir deste momento, sou um entre os 26 comendadores da Acaert. Título que será honrado por mim e pela minha descendência per onminia seaculum seculorum. Sou grato ao meu pai e a minha mãe pelo amor com que me conceberam. Sou eternamente grato a esses dois camponeses que nasceram e morreram humildes e simples, como eu também ei de morrer”. No podcast você pode ouvir a matéria publicada pelo radiojornal Acaert Notícias.

Agradecendo os aplausos

 

 

Homenagem a radialistas

Congresso | Antunes Severo e José Francisco Bohner receberam comenda da ACAERT

Bohner (E) e Antunes

Eurides Antunes Severo e José Francisco Müller Bohner, com mais de 50 anos dedicados ao rádio, receberam ontem a comenda da Acaert (Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão) durante a abertura do 15º Congresso Catarinense de Rádio e Televisão.

Os dois homenageados entraram num seleto grupo com outros 26 profissionais. Antunes  foi o primeiro a subir no palco. Natural de Rosário, no Rio Grande do Sul, ele começou no rádio em 1950, em um serviço de falantes numa praça. Depois foi locutor, repórter, noticiarista, produtor e apresentador de programas de auditório em emissoras do Paraná, São Paulo e Santa Catarina.

Em Florianópolis desde 1956, tornou-se Mestre em Administração e foi professor na Udesc (Universidade do Estado de Santa Catarina), UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), Furb (Universidade Regional de Blumenau) e Unisul (Universidade do Sul de Santa Catarina).

Ao receber a comenda, disse (…) “O título será louvado por mim e por minha descendência”.

O outro homenageado foi José Francisco, que nasceu em Ijuí, também no Rio Grande do Sul, e depois se mudou para Chapecó. E desde os nove anos frequentava a emissora da família. Com ma morte do patriarca em 1972, ele assumiu a direção. “É a colheita que a gente plantou, falou sobre o prêmio.

 Maurício Frighetto | Mauricio.freghetto@noticiasdodia.com.br